Ler o post

É muito comum que os estudantes precisem conciliar sua jornada de estudos com um emprego que os viabilize economicamente.

Enquanto o estudo promove a qualificação intelectual, o trabalho promove a autonomia financeira.  

E embora a jornada de trabalho em período integral ainda seja a mais comum praticada nas empresas, outras modalidades têm ganhado evidência e se tornado cada vez mais frequentes no mercado. 

Entre elas está o trabalho de meio período.

Esse tipo de jornada é muito procurado por profissionais que buscam mais flexibilidade, pois caracteriza-se por possuir uma carga mais curta que a convencional, com expediente semanal de menos de 40 horas. 

Saiba mais sobre o trabalho de meio período a seguir:

Como funciona o trabalho de meio período
Vantagens do trabalho de meio período
Desvantagens do trabalho de meio período
Os direitos de quem trabalha meio período
Como conciliar estudos e trabalho
Graduação EAD com bolsas de até 100%
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.Como funciona o trabalho de meio período? 

Em empregos de meio período o expediente começa geralmente durante à tarde e pode inclusive coincidir com o fim do horário escolar.

É um trabalho de uma carga horária de 26 horas semanais, no máximo.  

Também há a possibilidade de exercer 6 horas extras, sem que se excedam 30 horas por semana.

Por conta disso, o trabalho de meio período geralmente tem a vantagem de horários mais flexíveis.  

Empregos de meio período contam com os mesmos benefícios que carreiras regulares, com exceção do salário (que tende a ser baixo) e da quantidade de níveis (que normalmente são apenas três). 

São vagas mais focadas para adolescentes, embora muitos adultos se beneficiem dessa modalidade, por agregarem renda extra. 

Atualmente, no período pós-pandemia, se tornou mais recorrente a opção de trabalho remoto, na modalidade de meio período, o que traz como vantagens uma maior flexibilidade de horários e um custo menor com alimentação e deslocamento.  

Vantagens do trabalho de meio período 

  • Flexibilidade de horários: o trabalho de meio período permite aos profissionais usufruírem de maior tempo livre para se dedicar a outros compromissos. 
  • Diminuição do estresse: a carga de trabalho reduzida faz com que o trabalhador fique menos exposto à rotina desgastante do expediente. Isso significa ganhos em sua qualidade de vida e bem-estar e a empresa também ganha, ao contar com um funcionário mais disposto. 
  • Aumento da produtividade: os trabalhos de meio período oferecem flexibilidade, satisfação e produtividade. Em uma jornada de trabalho mais curta, os profissionais tendem a ter mais motivação e empenho em executar suas atividades diárias. 
  • Tempo maior para se especializar: outra vantagem do trabalho de meio período é que ele contribui para os profissionais continuarem se especializando por meio de cursos. Com o expediente menor, eles têm mais disposição e tempo para se dedicar aos estudos.   
  • Ganho de experiência: os trabalhos de meio período oferecem a oportunidade de acumular experiência, especialmente no caso de estagiários ou recém-formados, que podem dividir seu tempo trabalhando em duas áreas diferentes e, assim, adquirir conhecimento em mais de uma função. 
  • Experiência de trabalho para estudantes: esse tipo de emprego é a melhor opção para os estudantes. Ter um emprego de tempo parcial funciona muito bem, pois dá aos estudantes a chance de ganhar alguma experiência de trabalho e também agrega experiências para serem incluídas no currículo. 

Desvantagens do trabalho de meio período

  • Salários mais baixos: uma das principais desvantagens dos trabalhos de meio período é a redução do salário, uma vez que a remuneração é proporcional às horas trabalhadas. Normalmente, quem trabalha apenas um período, recebe um pouco menos do que quem trabalha em tempo integral. 
  • Falta de benefícios: como os colaborares em jornada de meio período passam menos tempo na empresa, eles podem não receber benefícios adicionais. É o caso do vale alimentação ou vale restaurante, que não estão entre as obrigações legais do empregador. 
  • Falta de tempo: o tempo pode ser tanto uma vantagem como uma desvantagem, dependendo da situação. Isso porque o trabalhador de meio período tem menos tempo para executar suas tarefas, especialmente se o seu trabalho demanda atividades complexas e demoradas. 

Os direitos de quem trabalha meio período 

Pagamento do salário

Para fixação do salário do empregado que trabalha em regime de tempo parcial, é necessário observar o valor da remuneração dos empregados da mesma função que trabalham em tempo integral, devendo haver proporcionalidade entre os salários de acordo com a quantidade de horas trabalhadas.

Trabalho de meio período - como funciona

Férias

As férias passaram a ser concedidas sob as mesmas regras que os empregados que trabalham em regime tradicional, ou seja, em jornada de 44 horas semanais.

Isso significa que elas são concedidas em períodos que vão de 12 a 30 dias, levando em consideração o número de faltas no empregado durante o período e as ausências injustificadas. 

Assim, os trabalhadores que foram contratados sob o regime de tempo parcial, após doze meses de trabalho, deverão ter direito às férias conforme a seguinte a proporção: 

  • 30 dias corridos, se não tiver mais de 5 faltas; 
  • 24 dias corridos, se tiver entre 6 a 14 faltas; 
  • 18 dias corridos, se tiver entre 15 e 23 faltas; 
  • 12 dias corridos, se tiver entre 24 e 32 faltas. 

Conversão das férias em abono

Os empregados contratados sob o regime de trabalho em tempo parcial podem converter a proporção de 1/3 do período de férias em abono pecuniário (a prática de vender férias para a empresa). 

Horas extras

Com relação às jornadas de trabalho, elas podem transcorrer da seguinte maneira: 

  • Jornada de até 30 horas: não é possível prestar horas extras; 
  • Jornada de 26 horas: é possível realizar, no máximo, 6 horas extras por semana. 

As horas extras podem ser compensadas até a semana seguinte em que foram prestadas, devendo ser feita a sua quitação na folha de pagamento do mês subsequente, caso não sejam compensadas. 

Como conciliar estudos e trabalho 

A melhor maneira de conseguir conciliar trabalho e estudos é com muita organização e planejamento. É preciso, às vezes, fazer alguns sacrifícios. 

Antes de assumir qualquer responsabilidade, considere sua disponibilidade de tempo e seja sincero com seus interesses.

Dessa forma, você diminui as chances de se frustrar ou de se sobrecarregar. Tenha em mente seus objetivos e empenhe-se para alcançá-los. 

Confira algumas dicas:  

Planeje-se

Reserve um dia para planejar a sua rotina, tanto de estudo, como de trabalho. Tenha em mãos o cronograma das disciplinas e sua escala de trabalho. 

Divida as atividades por dia, semana e mês. Use um calendário para marcar as datas importantes, como avaliações e entregas de trabalho.

Isso ajuda a gerenciar melhor o tempo e as tarefas fluem melhor. 

Seja realista

Haverá dias em que você estará cansado ou pouco disposto. É preciso contar com esses contratempos na hora de conciliar trabalho e estudo. 

Ao se programar, inclua pequenas pausas entre as tarefas, nem que seja 30 minutos de descanso. Isso inclusive pode ajudar você a melhorar sua produtividade. 

Tenha uma rotina de sono regular

Trabalhar e estudar por muitas horas seguidas pode reduzir seu desempenho. Estabelecer uma rotina de sono regular é essencial para sua saúde física e mental.  

Alimente-se adequadamente

Conciliar trabalho e estudo exige disciplina e resistência. Por isso é importante alimentar-se adequadamente, com refeições saudáveis e lanches nutritivos 

 Evite comer frituras, doces e carboidratos, pois além de elevarem seus níveis de colesterol, eles podem diminuir seu metabolismo e deixá-lo sonolento. 

Divirta-se

Não esqueça de separar um tempo para o lazer.

Seja sair sozinho, encontrar os amigos ou ver um filme em casa, esse é um momento importante, que precisa ser preservado.

Afinal, de que adianta se esforçar tanto se você não tirar um tempo para se divertir um pouco? 

Graduação EAD com bolsas de até 100% na primeira mensalidade

Ao ser contratado em um trabalho de meio período, você pode se dedicar com mais tranquilidade à sua formação profissional, aproveitando a praticidade dos cursos de graduação à distância, como os oferecidos pelo EAD da UCS.  

O EAD da UCS oferece bolsas de estudo para ajudar a dar o primeiro passo para construir uma carreira de sucesso.

Você pode ganhar uma bolsa de até 100% na primeira mensalidade, usando a sua nota do Enem. 

Que tal conhecer os cursos de graduação do EAD UCS? 

Conclusão

Neste texto, você obteve maiores informações de como é um trabalho de meio período e de como procurar vagas para esses empregos.

Também viu que esta modalidade de trabalho é perfeita para quem precisa conciliar carreira e estudos. 

Para continuar se aprimorando constantemente, a melhor opção são os cursos EAD da UCS, que oferecem bolsas de até 100% na primeira mensalidade, de acordo com a sua nota do Enem. 

Siga acompanhando o Blog do EAD UCS para maiores dicas sobre oportunidades de trabalho e sobre uma melhor formação para você avançar cada vez mais na sua carreira.

Leia também:

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!
Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.