Ler o post

Existem diferentes tipos de faculdade para quem está pensando em ingressar num curso de graduação ou pós-graduação.

Se você está saindo do ensino médio ou está pensando em voltar aos estudos após alguns anos longe dos cadernos, mas não sabe muito bem qual modalidade de ensino escolher, nós te ajudamos a entender qual tipo de faculdade melhor se encaixa na sua rotina.

Para te ajudar nessa empreitada, vamos explicar quais as principais características do ensino presencial, semipresencial e EAD. 

Neste artigo você vai conferir:

Ensino presencial
Ensino semipresencial
Ensino a distância
Qual o tipo de faculdade que mais se encaixa na sua realidade?
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Ensino presencial

O ensino presencial é um dos mais conhecidos e tradicionais. Nesse modelo as aulas acontecem presencialmente, em salas de aula ou outros espaços da universidade, então o contato entre alunos e professores pode ser maior.

Em contrapartida, exige maior disponibilidade e planejamento dos estudantes, já que, geralmente, as aulas acontecem em horários e dias fixos. O comparecimento na universidade pode ser diário, dependendo do número de disciplinas a serem cursadas.

Além disso, a presença nas aulas é obrigatória, tendo em vista que a maioria das universidades exigem uma frequência entre 70% e 75% nas disciplinas para aprovação.

Por exigir uma estrutura física, que deve ser composta por salas de aulas e outros tipos de laboratórios, essa modalidade de ensino tende a ser a mais cara dentre as opções.

Ensino semipresencial

Também chamado de “híbrido”, esse modelo alia práticas do ensino presencial e do EAD. Existem duas possibilidades para esse tipo de faculdade.

Na primeira, a carga horária presencial é maior que a virtual, sendo oferecido em cursos que normalmente têm uma ou duas aulas presenciais por semana.

Na segunda, as aulas acontecem majoritariamente em ambiente virtual de aprendizagem e polos de apoio são utilizados para aplicação de avaliações, conforme orientações do Ministério da Educação (MEC).

Em ambas as opções apresentadas acima é necessária muita organização para identificar os conteúdos e aulas presenciais e os que são dispostos virtualmente.

Ensino a distância

O EAD é um dos tipos de ensino que mais tem crescido nos últimos anos. Segundo pesquisa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os alunos ingressantes em cursos de ensino superior a distância aumentaram quase 5 vezes em 10 anos.

A pesquisa do Inep é de 2019, anterior à pandemia de covid-19 que obrigou o fechamento de escolas e universidades em decorrência do necessário isolamento social. A tendência à adoção de cursos remotos, portanto, tende a ganhar ainda mais força nos próximos anos.

>>> Leia também: conheça as vantagens e desvantagens do EAD

Nessa modalidade, todas as aulas, atividades e avaliações são realizadas por meio de ambiente virtual. Esse é o tipo de faculdade ideal para quem precisa de uma maior flexibilidade nos horários dedicados ao estudo.

Você pode assistir às aulas no horário que quiser e também de onde preferir. Contudo, mesmo oferecendo maior flexibilidade, o EAD exige organização do aluno para estudar e cumprir os prazos das avaliações.

Nesse artigo aqui você confere 13 dicas para melhorar o seu rendimento nos estudos em cursos a distância.

Por não necessitar do deslocamento até a universidade, o estudante acaba economizando em alimentação e transporte, mas é imprescindível que haja um investimento em um computador ou smartphone com internet para estudar.

Um dos pontos positivos é que esse tipo de ensino costuma ter mensalidades mais em conta.

O EAD da UCS tem diversas vantagens. Confira!

Computador, caderno aberto, caneta e caneca de café posicionados em cima de uma mesa de estudos.

Qual o tipo de faculdade que mais se encaixa na sua realidade?

O tipo de modalidade de ensino deve ser escolhido com base nas suas preferências de estudo e no seu estilo de vida. A qualidade dos cursos oferecidos pela UCS é a mesma, independentemente se ele é presencial, semipresencial ou EAD.

Se você tem disponibilidade de horários e quer ter um contato mais próximo dos professores e colegas, indica-se uma graduação ou pós-graduação presencial ou semipresencial.

Entretanto, se você já está inserido no mercado de trabalho e possui pouca disponibilidade de horários, os cursos EAD são uma ótima opção, já que o ensino virtual permite uma melhor adequação a diferentes rotinas.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é o investimento. Se o seu orçamento é mais baixo, as mensalidades de um curso a distância poderão se encaixar mais facilmente no seu bolso. Nesse sentido, o EAD representa um ótimo custo-benefício.

Você tem dúvida se os diplomas EAD têm a mesma validade dos cursos presenciais? Pois fique tranquilo, os diplomas têm exatamente a mesma relevância para o mercado de trabalho.

Conclusão

Neste artigo você conferiu as diferenças entre os modelos de ensino presencial, semipresencial e a distância e também pode entender qual deles se encaixa melhor na sua realidade.

Enquanto os cursos presenciais e semipresenciais exigem uma maior disponibilidade por parte do aluno, os cursos EAD são flexíveis e superadaptáveis a quaisquer rotinas.

Todos esses tipos de faculdade são cursos de excelência reconhecidos pelo mercado de trabalho.

Gostou desse conteúdo? Acompanhe o blog EAD UCS para conferir outros artigos sobre mercado de trabalho e educação.

New call-to-action
New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.