Ler o post

Nos últimos anos, o termo soft skills tem ganhado evidência.

Isso porque os empregadores passaram a valorizam mais as competências socioemocionais.

Esse interesse se deve à dinâmica do mercado moderno, que é cada vez mais competitivo, e exige muito mais dos profissionais do que apenas o domínio das técnicas de trabalho.

Por isso, se você pretende ter destaque na sua carreira, deve saber que é importante desenvolver as habilidades requisitadas pelas empresas.

Bem, o primeiro passo, você já deu. 

Afinal, está lendo este artigo, e isso significa que está buscando informação.

A partir de agora, você vai ficar por dentro do que são as soft skills, quais as mais procuradas e como aprimorá-las.

Então, continue acompanhando!

O que são soft skills?

Numa tradução literal do inglês, o termo soft skills seria entendido como habilidades leves ou suaves.

E isso não diz muito sobre o que se trata, concorda?

Portanto, vamos às explicações.

Soft skills são competências socioemocionais.

Ou seja, habilidades que permitem o indivíduo gerenciar emoções, atingir metas e objetivos, solucionar problemas, manter relações sociais e tomar decisões responsáveis.

Qual é a diferença entre hard skills e soft skills?

As soft skills, portanto, não estão relacionadas às competências técnicas.

Neste caso, elas recebem outro nome: hard skills.

Um designer, por exemplo, que sabe utilizar o Photoshop, tem uma hard skill.

Ou seja, uma competência técnica relacionada à sua profissão. 

Além de dominar a ferramenta, ele precisa de criatividade para desenvolver uma arte incrível para o cliente.

A criatividade, por sua vez, é uma soft skill, ainda que tenha influência direta sobre a qualidade do trabalho.

Deu para entender?

As hard skills são quantificáveis e concretas enquanto às soft skills são mais subjetivas e difíceis de mensurar.

No entanto, ambas são fundamentais para profissionais de qualquer área de atuação.

Qual é a importância das soft skills na gestão de projetos?

soft skills qual importancia gestao projetos

Se você conhece o dia a dia de trabalho do gestor de projetos, sabe quais são as principais tarefas do profissional e as hard skills da função.

Ele deve ter habilidade com planilhas, precisa saber elaborar cronogramas e fazer análise de riscos e impactos, entre outras atividades.

Mas, para que o projeto seja um sucesso, com qualidade e agilidade na entrega, o gestor de projetos tem outras responsabilidades.

Ele precisa, por exemplo, fazer com que a equipe se sinta motivada a cumprir os prazos e esteja comprometida com os resultados.

E isso só é possível se ele tiver liderança, boa comunicação, relacionamento interpessoal e empatia, entre outras habilidades

Ou, melhor dizendo, soft skills.

Qual a importância das soft skills no mercado de trabalho?

O gerente de projetos é apenas um exemplo de como as soft skills são importantes no trabalho.

Seja qual for a profissão, as habilidades comportamentais precisam existir.

É claro que elas variam de acordo com a atividade, mas várias delas são comuns à maioria das carreiras.

Quando os profissionais possuem soft skills, os benefícios podem ser notados com facilidade.

Afinal, as pessoas relacionam-se de forma cordial e respeitosa e a resolução de conflitos também é mais eficiente.

A comunicação melhora e percebe-se maior interação e colaboração entre as equipes.

E ainda é visível a vontade de achar solução para os problemas e a resiliência quando algo não sai conforme o esperado.

No geral, o ambiente de trabalho se torna mais saudável e produtivo.

Quais são as principais soft skills?

Bem, até aqui já mencionamos algumas soft skills.

Que tal conhecer agora todas as principais?

Vamos à lista:

  • Assertividade
  • Comunicação
  • Relacionamento Interpessoal
  • Espírito de equipe
  • Colaboração
  • Gestão do tempo
  • Liderança
  • Persuasão
  • Resiliência
  • Criatividade
  • Pensamento crítico
  • Visão estratégica
  • Positividade
  • Resolução de problemas
  • Empatia
  • Inteligência Emocional
  • Proatividade
  • Adaptabilidade.

Quais são as soft skills mais demandadas pelos empregadores?

soft skills quais sao mais demandadas pelos empregadores

O levantamento “Global Talent Trends 2019”, do Linkedin (maior rede social corporativa), apresentou as cinco soft skills mais demandas pelos empregadores.

Elas já foram listadas no tópico acima. 

Você saberia dizer quais são? 

E, então, vamos ver se você acertou?

As principais soft skills para o mercado são:

  • Criatividade: está relacionada à inteligência e ao talento para inovar
  • Persuasão: é a capacidade de convencer uma pessoa ou um grupo sobre algo
  • Colaboração: diz respeito ao trabalho em conjunto, com participação e cooperação
  • Adaptabilidade: característica de quem se ajusta a ambientes e situações diversas
  • Gestão do tempo: planejamento e controle do tempo para a realização das tarefas.

Como desenvolver soft skills?

Ao contrário do que muita gente acredita, as soft skills não são apenas talentos naturais, elas podem ser desenvolvidas.

Ou seja, se você identificou a ausência de uma habilidade socioemocional e entende que precisa dela para a sua vida pessoal e profissional, há como aprendê-la.

Para reconhecer isso, portanto, é preciso investir em autoconhecimento.

Dedique-se a fazer autorreflexões sobre seus pontos fortes, fracos e suas posturas e condutas.

Pense em situações do seu dia a dia que teriam sido diferentes se você tivesse agido de outra forma, por exemplo.

Além do autoconhecimento, você também pode ouvir outras pessoas do seu convívio, como gestores, colegas de trabalho, amigos e familiares.

Peça a eles que digam quais soft skills são notáveis em você e quais são inexistentes ou deficientes.

Depois de descobrir quais são as habilidades que precisam ser desenvolvidas, é hora de pular para a próxima etapa.

Nela, você deve enxergar o seu ponto de partida.

Ou seja, onde e como está agora. 

E, além disso, você precisa traçar o seu objetivo.

A partir dele, crie planos de ação para alcançá-lo.

Você pode ainda contar com ajuda profissional ou recorrer a capacitações.

Saiba que com comprometimento e disciplina, além de muita prática, é possível aprender as soft skills desejadas.

Desenvolver soft skills nas empresas

Embora as soft skills sejam individuais, o desenvolvimento delas pode ser trabalhado em conjunto.

Afinal, como já mencionamos, diversas carreiras demandam habilidades socioemocionais similares.

Assim, é comum encontrar no ambiente empresarial profissionais que precisam aprender as mesmas competências.

Isso pode ser feito por meio de workshops e capacitações mais longas, por exemplo.

As dinâmicas também costumam ajudar.

Se o departamento de Recursos Humanos da sua empresa promove eventos desse tipo, não deixe de participar.

É uma excelente oportunidade para você se tornar um profissional mais competente.

Exemplos de soft skills de líderes de sucesso

soft skills exemplos de lideres sucesso

Inspirar-se em exemplos de sucesso é uma alternativa muito eficiente para quem planeja desenvolver soft skills.

Então, o que acha de conhecer as habilidades de alguns líderes de sucesso?

Acompanhe a seguir:

Barack Obama

Barack Obama foi presidente dos Estados Unidos entre 2009 e 2017.

Ele fez história ao se tornar o primeiro afro-americano a assumir o cargo. 

Mas Obama também teve destaque por sua atuação, sobretudo por algumas soft skills.

Seus discursos eram marcantes e emocionantes, o que, em grande parte, se devia ao seu carismo e à sua habilidade oratória.

Outra competência socioemocional do ex-presidente é a capacidade de transformar problemas em oportunidades.

Ele ainda era um bom líder e investia em feedback constantemente.

Papa Francisco

Quem acompanha de perto o trabalho do Papa Francisco sabe que ele tem uma visão diferenciada em relação ao papel da Igreja.

Ele entende a evolução da sociedade e está aberto ao diálogo e às transformações. 

A flexibilidade dele, portanto, é uma soft skill muito importante.

Essa habilidade faz com que ele mantenha a Igreja em foco e ainda consiga atrair milhares de jovens fiéis.

Steve Jobs

Steve Jobs é sempre lembrado pelo trabalho incrível que fez na Apple.

E, quando rememoramos a sua atuação, também nos recordarmos se suas soft skills.

A principal delas é a criatividade.

Afinal, Jobs idealizou produtos diferenciados.

Mas o líder também tinha outras habilidades socioemocionais expressivas.

Foco, comprometimento e facilidade para tomar decisões são algumas delas.

Conclusão

Após ler este artigo, ficou fácil entender o que são as soft skills e a diferença para as hard skills, certo?

Além disso, você já tem o caminho de como fazer para desenvolvê-las.

O que ainda não dissemos é de que forma adquirir as hard skills, ou seja, as competências técnicas.

E isso é o que falta para encerrarmos este conteúdo.

Saiba que as hard skills são desenvolvidas por meio de educação continuada.

Ou seja, formações acadêmicas, como graduação, pós-graduação e outras especializações.

Na UCS - Universidade de Caxias do Sul, você encontra uma série de cursos a distância.

A modalidade EAD permite mais flexibilidade para estudar de onde quiser e quando puder, apenas com acesso à internet.

Além disso, as mensalidades são mais acessíveis.

Com relação ao corpo docente, você tem aulas com os mesmos professores do ensino presencial, reconhecidos pelo mercado e titulados mestres e doutores.

Por falar em reconhecimento, saiba que a UCS é reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

Além disso, são 53 anos de experiência e mais de 100 mil alunos já formados.

Você também pode entrar para essa estatística. 

Conheça as formações disponíveis em nosso site.

Com certeza, uma delas é a ideal para você.

E, então, gostou do nosso artigo sobre soft skills? Aproveite o espaço abaixo para escrever o seu comentário e não se esqueça de compartilhar este conteúdo em suas redes sociais!

New call-to-action
New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.