Cursos de pós-graduação EAD

Trabalha com educação? Aposte na produção de material didático

Por BLOG DO EAD UCS   | 

 Tag: Cursos de pós-graduação EAD

O material didático é um produto pedagógico que ajuda o aluno a entender melhor o conteúdo que está sendo estudado e funciona também como um guia para o professor. 

Ele pode ter vários formatos, sendo os principais o impresso, audiovisual e tecnológico, e traz muitas vantagens para o processo de ensino-aprendizagem. 

Além disso, existe o outro lado da moeda, o de quem produz este material. 

Comumente vindo da área pedagógica ou do mercado editorial, o profissional que produz um material didático precisa estar de acordo com o projeto pedagógico da escola e com a Base Nacional Comum Curricular. 

Neste conteúdo, nós vamos falar sobre algumas das faces do material didático e também sobre o que você precisa fazer para se tornar autor desse produto pedagógico. 

Você vai conferir: 

O que são e para que servem os materiais didáticos? 
Exemplos de material didático 
Como produzir meu próprio material didático 
Siga carreira na produção de materiais didáticos 
Conclusão

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que são e para que servem os materiais didáticos? 

Materiais didáticos são produtos pedagógicos que apresentam conteúdos explicativos sobre determinado conhecimento ou assunto. 

Eles são principalmente usados em sala de aula e podem ter diversos formatos, desde livros até jogos de computador. 

Um material didático é desenvolvido para auxiliar no processo de ensino-aprendizagem, tornando a informação mais palpável para o aluno e servindo como um guia para o professor. 

A forma mais conhecida do material didático é o livro didático, distribuído nas escolas públicas de educação básica brasileiras pelo Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD). 

O material didático não tem uma limitação de nível escolar, eles podem ser utilizados desde o ensino fundamental e médio até a graduação e pós-graduação. 

Livro didático X material didático 

Algo importante de fazermos quando estamos falando sobre este assunto é discutir a diferença entre o material didático e o livro didático. 

Como vimos acima, o material didático é um conceito geral, a definição de um material de apoio para sala de aula. 

Já o livro didático é uma das formas nas quais o material didático pode ser manifestar. Nele, os conteúdos estão dispostos em formato de textos, imagens e exercícios. 

Quais são as vantagens que o material didático traz? 

A maior vantagem do material didático é auxiliar o aluno nas atividades em sala de aula. 

Ele ajuda a trazer melhor entendimento sobre a matéria que está sendo estudada e pode ser utilizado como material de consulta em outros momentos.

Nesse sentido, o material didático assume o papel de complementar a aprendizagem. 

Utilizar materiais didáticos em sala de aula também traz a união entre a teoria e prática.

Isso porque, dependendo do formato escolhido pelo professor e indicado pelo projeto pedagógico, pode estimular a curiosidade e a relação do assunto com exemplos reais. 

Também é uma vantagem possibilitar que o aluno exercite sua autonomia e responsabilidade, já que permite uma maior interação do aluno com o conteúdo que está sendo estudado.

material didático - professora preparando material para sala de aula

A diferença entre meios de ensino e material didático 

O meio de ensino se refere ao formato utilizado para o conteúdo. Por exemplo, um vídeo é um meio, um suporte no qual o conteúdo será apresentado para o aluno. 

Já o material didático em si é o conteúdo pensado para facilitar o processo de ensino-aprendizagem. 

Como funcionam os materiais didáticos dentro das metodologias ativas 

Dentro das metodologias tradicionais de ensino-aprendizagem, o material didático tem papel consolidado há bastante tempo. Nesse caso, se destaca especialmente o livro didático. 

Porém, nos últimos anos, novas metodologias têm aparecido em sala de aula. 

Elas são técnicas que visam uma maior autonomia e responsabilidade do aluno pelo seu próprio processo de aprendizagem e que colocam o professor no papel de tutor. 

As metodologias ativas, como são chamadas, utilizam estratégias que envolvem os alunos em problemas e projetos, além de incorporar a tecnologia e diferentes formatos de mídia no dia a dia da sala de aula. 

Dentro desse ambiente inovador, o material didático não se torna obsoleto. 

Pelo contrário, ele continua sendo uma base muito forte no processo de ensino-aprendizagem, porém o suporte utilizado e a interação do aluno com ele é que é diferente. 

Isso significa que as metodologias ativas utilizam materiais didáticos em outros formatos além dos livros e que os alunos não são mais passivos diante do material. 

Em vez de apenas ler o livro didático, copiar matérias e fazer exercícios, os alunos também aprendem o conteúdo através de vídeos, música, desafios e jogos, por exemplo. 

Exemplos de material didático 

Para darmos exemplos de material didático, precisamos falar sobre os formatos que ele pode ter. 

Segundo material composto por Denise Bandeira, que você pode conferir neste link, os três principais formatos que o material didático pode assumir são: 

  • Impresso 
  • Audiovisual 
  • Tecnológico 

Ainda segundo o material, é a partir desses formatos que podemos definir o que é um material didático.

Por exemplo, um livro didático, como vimos acima, é o formato físico (ou impresso) do material didático. 

Já documentários e vídeos educativos poderiam ser definidos como o formato audiovisual, enquanto as novas tecnologias abordariam jogos de computador educativos, por exemplo. 

De acordo com o MEC, os três formatos são utilizados na educação brasileiro, sendo que os materiais didáticos mais utilizados são: 

  • Impresso: livros, álbum seriado, jornais, revistas, folders, cartazes, textos, mapas. 
  • Audiovisual: desenhos, gravuras, gráficos, maquetes, ilustrações, histórias em quadrinhos. 
  • Tecnológico: internet, datashow, filmes, retroprojetor, slides, quadro, mural, modelos.

material didatico - Siga carreira na produção de materiais didáticos

Como produzir meu próprio material didático 

Como vimos acima, o material didático utilizado em sala de aula pode ter formato impresso, audiovisual e tecnológico, e pode ser encontrado pronto ou produzido pelo professor. 

Dentro das metodologias ativas, onde diversos formatos de material didático são utilizados, é comum que o próprio professor seja o produtor e curador do conteúdo.

E para isso, é preciso entender tudo o que envolve produzir materiais didáticos. 

Para estar adequado à sala de aula, um material precisa estar de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e com a proposta pedagógica da escola. 

Base Nacional Comum Curricular (BNCC) traz diretrizes sobre o currículo escolar e os livros didáticos utilizados. Funciona como uma bússola para a produção de material didático. 

Já a proposta pedagógica é um documento desenvolvido pela própria escola que institucionaliza a metodologia de ensino que deve ser seguida pelos professores.

Essa metodologia costuma estar alinhada com os interesses e valores da escola. É comum que a proposta pedagógica seja atualizada, e o material didático revisado, anualmente. 

Siga carreira na produção de materiais didáticos 

Para seguir carreira como produtor de material didático, basta você se especializar na área. 

E o primeiro passo é conhecer a Pós +Carreira EAD UCS em Produção de Material Didático e Avaliações para Língua Portuguesa. 

O curso aborda conceitos teóricos comparados a tendências de aprendizagem, visando regular o conteúdo ao perfil de alunos cada vez mais conectados a informações.

Além disso, você passa a entender a importância de avaliar a eficácia de estratégicas didáticas inovadoras. 

Esta é uma especialização indicada para profissionais da área da educação, como professores de ensino médio e fundamental, ou para profissionais do mercado editorial. 

Cursar a Pós +Carreira EAD UCS é uma maneira de acelerar a sua carreira, já que ela garante 4 certificados de extensão intermediários para você, além de um certificado de especialização. 

Ao longo da especialização em Produção de Material Didático e Avaliações para Língua Portuguesa, você pode atualizar seu currículo com os seguintes certificados, emitidos a cada eixo concluído em 3 meses: 

  • A Psicogênese da Língua Escrita 
  • O Currículo da Infância 
  • Avaliação na Qualidade da Educação 
  • A Função Social da Leitura e da Escrita 

E ao final do período cursado, você conquista o certificado de Especialização em Produção de Material Didático e Avaliações para Língua Portuguesa 360h. 

Conheça todos os detalhes sobre o curso clicando neste link. 

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Conclusão 

Chegando ao final deste conteúdo, esperamos que tenha ficado clara a importância do material didático para o processo de ensino-aprendizagem e qual caminho seguir para atuar como produtor desse material. 

Não deixe também de conferir a pós-graduação em Produção de Material Didático e Avaliações para Língua Portuguesa que oferecemos aqui na UCS. 

Leia também: