Para quem já possui uma rotina de trabalho definida e pressa para subir na carreira, encarar uma graduação tradicional de 4 ou 5 anos pode ser desanimador.

É para essas pessoas que os cursos superiores de 2 anos podem ser bem indicados. Além de rápidos, eles possuem o equilíbrio certo entre teoria e prática, trazendo o conhecimento mais necessário ao mercado de trabalho.

Neste artigo, trouxemos boas razões para você apostar em um curso superior de 2 anos, também conhecido como graduação tecnológica. Acompanhe!

Rapidez na formação

Os cursos tecnológicos possuem como principal vantagem em relação às licenciaturas e aos bacharelados a rapidez na formação. É possível encontrar cursos superiores de 2 anos ou, no máximo, dois anos e meio.

Quem trabalha sabe que o tempo é precioso: 5 anos na espera do diploma pode significar uma transferência de promoção, beneficiando outro profissional mais bem preparado.

Carga horária mais favorável

Outra característica dos cursos superiores de 2 anos é a grade curricular mais enxuta, uma ótima notícia para quem trabalha. Ou seja, nada de passar até 8 horas na faculdade para cumprir a carga-horária das disciplinas.

No entanto, o estudante deve ficar atento à carga horária mínima necessária para cada curso. Essa informação você encontra no site do Ministério da Educação.

Foco nas demandas do mercado de trabalho

Quem já está empregado sabe exatamente quais as demandas mais urgentes do mercado de trabalho. Por isso, esses alunos costumam aproveitar melhor os cursos tecnológicos, trocando experiências reais.

Essa característica atrai não só quem já possui uma profissão, mas também aqueles que sentem urgência em ingressar no mercado de trabalho e desenvolver atividades especializadas.

Possibilidade de educação continuada

Cursos superiores de 2 anos, segundo o MEC, valem tanto para concursos como para prosseguir em cursos de pós-graduação. Assim, ao concluir a formação universitária você estará apto a realizar um mestrado, uma especialização e até um posterior doutorado.

Dessa forma, você torna-se um profissional especialista muito mais rapidamente, sem pular etapas, nem ser privado de uma educação continuada.

Menor investimento

Como são de menor duração, os cursos tecnológicos também possuem menor custo. Isso é justificado pela redução do investimento feito pelas instituições de ensino, que mantêm o mesmo corpo docente qualificado e boas estruturas para um número maior de alunos.

Para você ter ideia, uma graduação tecnológica pode chegar a custar 50% menos que uma tradicional! Essa é uma vantagem que agrada qualquer perfil de estudante.

Os cursos superiores de 2 anos podem agradar aqueles que já estão no mercado de trabalho e têm pressa de se qualificar. Se esse for o seu caso, não pense duas vezes em cursar a graduação tecnológica de sua preferência!

Já se decidiu por um curso superior de 2 anos, mas não sabe qual carreira seguir? Saiba como descobrir sua profissão!

 

O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.