Cursos de graduação EAD

Como ser professor? Conheça os melhores cursos para você

Por Redação   | 

 Tag: Cursos de graduação EAD

Você já pensou em ingressar na carreira de professor? Sabe por onde começar? Como ser professor? Pois saiba que pode ser mais fácil do que você imagina!

O professor é quem conduz o aluno para um futuro brilhante. Além disso, essa profissão também é considerada bastante tradicional, estando presente na história desde o início dos tempos.

Para se tornar um professor, é necessário ter formação na área de pedagogia ou em licenciaturas diversas. Mas também existem cursos específicos que garantem a profissão.

Quer saber quais são? Então, continue lendo!

Você vai conferir:

Como ser professor: o que estudar?
Como ser professor universitário?
Qual o salário de um professor?
Outras possibilidades de trabalho para professores
Perfil profissional necessário para ser professor
Vantagens em ser professor

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Como ser professor: o que estudar?

Para ser professor, você precisará passar por cursos profissionalizantes na área, geralmente no formato de graduação. Esses cursos podem ser feitos na modalidade presencial, semipresencial ou a distância.

Com essa variedade, você pode fazer com que o curso se adapte à sua vida, além de ter um aprendizado de alta qualidade, de curta duração e com muita praticidade.

Dentre os cursos possíveis para se formar professor, podemos citar os seguintes:

1. Curso de Pedagogia

O curso de pedagogia tem uma duração média de 4 anos, e em algumas grades curriculares, é necessário realizar um estágio ao final da graduação para se formar.

Esse curso possui uma atuação bastante diversificada na área da educação, podendo trabalhar como professor desde o ensino infantil, passando pelo fundamental e médio, chegando até no ensino de jovens e adultos.

Além disso, também é possível atuar em direção, coordenação e supervisão dentro da área do ensino.

2. Licenciaturas

As licenciaturas também são cursos que permitem a atuação na educação, a diferença é que as licenciaturas são desenvolvidas pensando em áreas específicas do conhecimento.

Hoje, existem cursos de licenciatura em diversas áreas, como Letras, História, Geografia, Sociologia, Matemática, Física, Ciências Biológicas, Filosofia, Educação Física, entre outras.

Essas licenciaturas também possuem duração de 3 a 4 anos.

3. Formação pedagógica

A Formação Pedagógica é um curso que habilita um profissional a lecionar, além de prepará-lo para a rotina pedagógica.

Esse curso, geralmente, possui curta duração, e é voltado para quem já possui uma primeira formação em alguma área específica do conhecimento, mas ainda não possui licença para ensinar, ou seja, não fez a licenciatura.

Por exemplo, caso o profissional seja formado em Comunicação, com a Formação Pedagógica ele poderá dar aulas de Português ou Redação.

Ou se o profissional é formado em Engenharia, com formação pedagógica pode dar aulas de matemática e física.

E o magistério?

O magistério, de um modo geral, se refere a qualquer curso que tenha como objetivo a formação de novos professores.

Por isso, você não irá encontrar um curso chamado magistério, apesar de o termo ainda ser utilizado para englobar a área de ensino.

Dentro do magistério, podemos citar o curso de pedagogia, a formação pedagógica e os cursos de licenciatura.

Esses cursos são encontrados facilmente em instituições e faculdades por todo o Brasil, além de estarem disponíveis em diversas modalidades, como o EAD e semipresencial.

Leia também: Cursos superiores mais procurados e suas áreas [Guia 2022]

Como ser professor universitário?

O caminho para ser professor universitário é um pouco mais longo do que o caminho para ser professor do ensino básico.

Por se tratar de uma área de ensino onde se formam novos profissionais, as exigências se tornam diferentes.

Para se tornar um professor universitário do ensino privado, geralmente as instituições exigem ao menos uma pós-graduação lato-sensu (especialização), além da graduação.

Já quando falamos de professor universitário do ensino público, as faculdades costumam exigir também um mestrado ou doutorado para atuação, a pós-graduação stricto sensu.

 

Descrição da Imagem: professora em uma roda de alunos com alunos da educação infantil.

Qual o salário de um professor?

Por ser uma profissão bastante variada, o salário também pode variar de acordo com a atuação e o nível de ensino com o qual o profissional está trabalhando.

Na rede pública, com atuação de 40h semanais no ensino básico (fundamental e médio), o piso salarial do professor é de R$ 3.845,00 mensais.

Na rede privada, a média salarial do professor é de R$ 3.160,00, segundo o site Jobted. Já entre os professores universitários, segundo o Glassdoor, a média salarial é de R$ 6.650,00.

Sabemos que a atuação nas universidades públicas pode render um salário mais alto do que isso dependendo da senioridade do professor e de sua titulação.

Outras possibilidades de trabalho para professores

O profissional formado em pedagogia ou licenciatura também possui outras formas de atuação na área de ensino. É possível que o professor também atue de forma autônoma, dando aulas de reforço e aulas particulares.

Além disso, também é possível optar por outra carreira além do magistério, como coordenação, supervisão e direção de escolas, instituições e colégios.

A atuação em projetos educacionais e em organizações não-governamentais também é uma opção para o profissional que deseja deixar sua marca positiva dentro da área da educação.

Perfil profissional necessário para ser professor

Diante de tantas opções, é normal ter dúvidas quanto à atuação como professor. Mas não tenha medo.

Algumas habilidades desse profissional são desenvolvidas durante o curso de graduação, e você terá todo suporte necessário para se desenvolver na profissão.

Quando se pensa em como ser professor, o perfil necessário inclui algumas características e habilidades específicas, e pode ajudar bastante durante a formação se você já as possui.

Dentre elas, podemos citar algumas, como as seguintes:

1. Gostar de ensinar

Durante a carreira de professor, você pode lidar com alunos de todas as idades, desde os mais novos na educação infantil, até jovens e adultos, podendo chegar até mesmo a ensinar idosos.

Por isso, gostar de ensinar deve ser a característica principal desse profissional.

O gosto pelo ensino faz com que as dificuldades da profissão sejam superadas com maior facilidade, e que o professor consiga crescer na carreira, marcando positivamente a vida dos seus alunos.

2. Ter paciência

Como professor, é normal que o profissional passe por diversos desafios durante a carreira, lidando com alunos dos mais variados tipos, idades, classes e personalidades.

Por isso, um requisito fundamental na hora de ensinar é a paciência.

Pode parecer difícil lidar com pessoas diferentes, que possuem ritmos diferentes de aprendizado, e esse pode ser considerado um dos principais desafios dessa carreira.

Pessoas mais pacientes possuem chances maiores de crescerem na profissão, enquanto fazem os alunos crescerem juntos.

3. Ter empatia

A empatia também deve ser uma habilidade bastante presente para quem busca dicas de como ser professor.

Assim como a paciência, é necessário empatia para entender as particularidades e dificuldades de cada aluno em todos os níveis do ensino.

Na educação infantil, essa premissa está mais presente, mas ela se aplica a todas as faixas de idade.

Um professor que se destaca na profissão geralmente sabe ensinar seus alunos com paciência e empatia, entendendo a situação de cada um.

4. Ser criativo

Além das habilidades que já citamos, podemos também apontar a criatividade como um traço relevante na formação de um professor excelente.

Com a criatividade, o professor poderá ensinar de forma diversificada, tornando as aulas mais interessantes e divertidas.

Com isso, ele garante que seus alunos irão absorver muito mais, criando cidadãos inteligentes e conscientes.

A criatividade pode e deve ser treinada ao longo do tempo por esse profissional, e não necessariamente o professor irá desenvolver logo de primeira.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Vantagens em ser professor

Ser professor, muitas vezes, pode parecer uma carreira difícil de alcançar ou de crescer, mas é justamente o contrário.

Existem vantagens que somente a carreira de professor oferece, e essas vantagens possuem um impacto muito grande, tanto no próprio profissional, quanto na comunidade e na sociedade como um todo.

Veja agora as vantagens de ser professor:

1. O mercado de trabalho é amplo

O mercado de trabalho para o professor é bastante aquecido e extenso, com uma boa demanda por profissionais qualificados.

Em um país como o Brasil, com a dimensão territorial e populacional, professores formados são sempre muito buscados para suprir demandas do ensino, principalmente no ensino básico.

Por isso, o professor formado irá encontrar um mercado amplo, e pode ser efetivado até mesmo durante o estágio. Dessa forma, ele tem um ingresso rápido no mercado de trabalho, e um solo fértil para crescer na profissão.

2. Tem grande impacto na vida das pessoas

O professor é um dos profissionais que mais impactam a sociedade.

Todos nós precisamos de um professor para ler esse texto, para aprender desde as coisas mais básicas, e eles estão presentes até mesmo nas nossas escolhas profissionais.

É natural que todos nós tenhamos histórias de professores queridos quando olhamos para trás, e esse impacto, do ponto de vista do profissional, pode ser bastante gratificante.

Por isso, o impacto na vida das pessoas pode ser considerado uma vantagem muito positiva, pois, sentir que seu trabalho está transformando as pessoas é um combustível para continuar sendo ainda melhor na profissão.

3. Existe um aprendizado diário

O aprendizado contínuo dessa profissão faz com que uma das vantagens oferecidas por ela seja a atualização do profissional.

O professor deve estar sempre ligado no mercado, nas tendências, nas novas metodologias de ensino, nas tecnologias, e principalmente na área de ensino lecionada.

Além disso, a capacitação constante também é recomendada, e até mesmo incentivada pelos colégios e instituições.

Tudo para que o professor esteja sempre no seu auge.

Conclusão

O ensino no Brasil vem passando por frequentes atualizações para se manter em expansão, acompanhando sempre o crescimento populacional e as modernizações do ensino.

Apesar disso, a área da educação sempre busca novos profissionais qualificados para lecionar com qualidade. Dessa forma, se trata de um setor aquecido, onde é possível ingressar antes mesmo de finalizar o curso.

E na hora de escolher um curso para se qualificar e aprimorar na área, a Universidade de Caxias do Sul (UCS) possui a melhor estrutura e o melhor conteúdo, com aulas online onde você pode adaptar o curso à sua vida!

Escolha o curso ideal para se tornar um professor de sucesso:

Preencha o formulário abaixo para se inscrever na graduação EAD UCS!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.