Enem

5 dicas infalíveis de como estudar inglês sozinho para o Enem

Por Mariana Bortoletti   | 

 Tag: Enem

Estudar sozinho é um grande desafio porque envolve ter muita disciplina e organização, além de saber onde buscar as melhores fontes de conteúdo. 

Estudar inglês sozinho, então, acaba sendo um desafio maior ainda.  

Envolve não apenas se organizar e ter disciplina, mas lidar com todas as dicas e fórmulas mágicas disponíveis na internet. 

Por isso, pensando em ajudar você a descobrir como estudar inglês sozinho de um jeito que será efetivo para as questões do Enem, trouxemos 5 dicas definitivas neste artigo!

Você vai conferir:

Como é a prova de inglês do Enem
Como estudar inglês sozinho com 5 dicas

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Como é a prova de inglês do Enem 

Antes de darmos as dicas de como estudar inglês sozinho, vamos conversar um pouco sobre como funciona a prova de inglês do Enem. 

Como você já sabe, o Exame Nacional do Ensino Médio é dividido em quatro provas que abarcam quatro grandes áreas do conhecimento. 

Elas são as seguintes: 

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;   
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;   
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;   
  • Matemática e suas Tecnologias. 

Dentro da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, você encontra questões das seguintes disciplinas: língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, tecnologia da informação e comunicação e educação física. 

É dentre as questões de língua estrangeira que estão as questões de inglês. 

Por isso, não existe uma prova de inglês especificamente, mas questões que abordam a disciplina de língua estrangeira da sua escolha (que pode ser inglês ou espanhol). 

O que cai em inglês no Enem? 

É importante que você entenda que as questões de inglês no Enem não costumam cobrar conceitos. 

Isso significa que o enunciado provavelmente nunca vai pedir que você diga o que é determinada classe gramatical, por exemplo. 

O que as questões de inglês pedem é que você entenda o que são determinados conceitos para, então, conseguir responder à questão usando a interpretação de texto. 

Por exemplo, veja a questão abaixo, que figurou no Enem 2021: 

tirinha enem 2021 como estudar ingles sozinho

A presença de “at odds with” na fala da personagem do cartum revela o(a) 

A) necessidade de acessar informações confiáveis.
B) dificuldade de conciliar diferentes anseios.
C) desejo de dominar novas tecnologias.
D) desafio de permanecer imparcial.
E) vontade de ler notícias positivas.

Nesse caso, a questão pede que você leia o cartum, interprete o texto e responda corretamente. 

Ela não pede que você diga o que significa a expressão “at odds with”, apenas que você interprete o que essa expressão salienta no contexto do cartum. 

Da mesma forma que este exemplo usa um cartum, as questões de inglês costumam trazer trechos de livros e poemas, críticas literárias, falas de celebridades, quadrinhos e tirinhas no enunciado. 

Dentro da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias é comum que apareçam cinco questões de língua estrangeira.

E se você quiser saber que tipo de conteúdo mais aparece em inglês no Enem, para entender por onde começar a estudar inglês sozinho, leia este artigo.

Ah, e a resposta correta para a questão acima é a alternativa B.

Como estudar inglês sozinho com 5 dicas 

Certo, agora que você já entendeu o que espera por você na prova de inglês do Enem, vamos às dicas de como estudar inglês sozinho! 

1. Consuma conteúdo e entretenimento em inglês

Uma dica essencial para aprender um novo idioma é fazer uma imersão profunda na língua. E isso passa por consumir conteúdo e entretenimento na língua que você quer aprender. 

Então, já comece a fazer uma listagem de livros para ler em inglês, filmes e séries que você quer assistir e produtores de conteúdo que falem de assuntos que você gosta neste idioma. 

Veja abaixo as principais dicas para cada uma das categorias de entretenimento: 

  • Filmes e séries: uma prática interessante para aprender inglês com filmes e séries é assistir a mídia três vezes. Na primeira, você assiste no idioma original com legendas em português. Na segunda, com legendas em inglês. E na terceira, sem legendas. Isso ajuda a entender diversos aspectos da língua, como a pronúncia e a grafia. 
  • Livros: uma boa dica para começar a ler em inglês é buscar livros que você já leu antes e que sejam, de preferência, livros indicados para o público infanto-juvenil ou jovem adulto. Isso porque a construção de frases costuma ser mais simples e o vocabulário também. Agora, se você já lê em inglês e quer aprofundar seus conhecimentos, pode buscar livros clássicos, que são um pouco mais complexos. 
  • Jogos de videogame: os jogos são uma ótima mídia para aprender inglês, especialmente se eles seguem a temática de RPG. Isso porque essa temática tem muita força nas escolhas dos jogadores, então você se vê obrigado a entender e interpretar os diálogos. 
  • Conteúdo de influenciadores: uma dica interessante também, especialmente para expandir vocabulário, é começar a consumir conteúdos de influenciadores em outros idiomas. Por exemplo, se você já segue produtores de conteúdo nacionais que falam sobre moda e beleza, por que não começar também a seguir produtores de conteúdo do mesmo nicho que falam inglês? Essa é uma boa prática para continuar consumindo o conteúdo que você gosta e, de quebra, melhorar seu conhecimento do idioma. 

2. Conecte o inglês com o seu dia a dia

É muito importante que você conecte os conteúdos que você estuda com a sua vivência no dia a dia, seja através de aproximações com a sua realidade ou fazendo exercícios. 

Isso é essencial por conta de algo chamado curva do esquecimento. Essa é uma teoria que afirma que o cérebro eventualmente vai esquecer de algo que não tem importância para ele. 

E o critério usado é a conexão com o nosso dia a dia e o uso que fazemos da informação. Por isso, se você quer manter o inglês fresquinho na sua mente, você precisa fazer com que ele seja parte da sua vida. 

Isso significa listar palavras que você mais usa no dia a dia e conceitos que fazem parte da sua experiência diária. 

3. Mude a língua das suas redes sociais e celular

Uma dica que parece pequena, mas que vai ajudar seu cérebro a se acostumar com o idioma diferente é mudar a língua das suas redes sociais e do seu celular. 

Assim, você aprende palavras diferentes e também acostuma sua mente a pensar em inglês quando precisar acessar alguma funcionalidade específica. 

4. Tenha o dicionário como seu melhor amigo

Essa é uma dica que caminha ao lado de todas as dicas anteriores. Especialmente se você está estudando para angariar mais vocabulário, precisa ter o dicionário como melhor amigo. 

Isso porque é muito necessário que você descubra o significado verdadeiro das palavras que não conhece ainda, mesmo que você as entenda pelo contexto. 

Por isso, sempre que tiver uma dúvida sobre uma palavra específica ao ler um livro ou escutar uma música, anote essa palavra e busque o significado dela depois. 

Existem vários dicionários que você pode usar, como por exemplo o Google Tradutor e o Cambridge Dicitionary. 

Estes dicionários também ajudam a traduzir expressões idiomáticas, o que é ótimo para estudar inglês para o Enem. 

5. Coloque o idioma em prática

Por fim, nossa última dica de como estudar inglês sozinho é colocar o idioma em prática sempre que você puder, mesmo que seja sozinho. 

  • Se você também tiver amigos que estão estudando inglês também, combine de conversar com eles apenas em inglês. 
  • Você pode também inventar uma noite do inglês, em que você e sua família só poderão falar inglês um com o outro. 
  • Ou também pode combinar com colegas de aula de apenas conversar em inglês no grupo de troca de mensagens da turma. 

As possibilidades são várias, mas se você não tiver como treinar seu inglês com mais alguém, treine sozinho. 

Faça exercícios na internet, converse em fóruns ou nos comentários de vídeos do YouTube e, até mesmo, converse com você mesmo no seu quarto. 

O importante é não deixar seu cérebro esquecer do conteúdo! 

Leia também:

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.