Ler o post

 Tags: Dicas

O Enem é uma prova que exige bastante conhecimento sobre conteúdo do ensino médio e atualidades. Por isso, pode ser difícil saber como começar a estudar para o Enem. 

Pensando nisso, nós montamos um guia com as matérias que mais caem no exame, como funciona a prova, como estão estruturadas as questões e como você pode montar um plano de estudos.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Neste artigo, você vai ver: 

Como funciona a prova do Enem? 
Como começar a estudar para o Enem
As matérias que mais caem no Enem 
Quem pode fazer o Enem? 
Como funciona o Enem Digital 
O que muda no Enem com o Novo Ensino Médio 
Calendário do Enem 2022 
Quais os horários de prova do Enem 
Como é feita a correção do Enem? 
Como ver a nota do Enem? 
Como entrar na universidade com a nota do Enem 
Conclusão 

Como funciona a prova do Enem?  

O Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, é a prova mais importante para os estudantes brasileiros.

Tendo começado como uma avaliação do ensino médio no país, hoje o Enem é a porta de entrada para o ensino superior.  

A história do Enem  

O Enem nasceu em 1998 como uma medida do governo federal para entender como estava a qualidade do ensino médio no país.  

Na época, a prova servia apenas como um instrumento de medição, porém, em 2004, o Enem passou a ser utilizado como entrada para o ensino superior.  

Nesse ano, foi criado o Prouni, o Programa Universidade para Todos, que utiliza a nota do Enem para garantir bolsas integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas.  

Algum tempo depois, em 2010, percebendo o sucesso do Prouni, também foi criado o Sisu (o Sistema de Seleção Unificada), um programa que reserva vagas em universidades federais para participantes do Enem.  

Hoje em dia, além de facilitar o ingresso no ensino superior, a nota do Enem também faz parte da admissão no FIES, o Financiamento ao Estudante do Ensino Superior. 

Como é aplicada a prova do Enem 

O Enem é uma prova que reúne conteúdos presentes no currículo escolar do ensino médio brasileiro divididos em quatro grandes áreas do conhecimento: 

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;  
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;  
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;  
  • Matemática e suas Tecnologias. 

Cada uma dessas áreas do conhecimento conta com 45 questões no exame. Ou seja, ao todo são 180 perguntas objetivas. 

Além das questões objetivas, o Enem também conta com uma redação. Então, por isso, o exame é dividido em dois domingos. 

Confira a organização das provas de cada conhecimento abaixo:  

1º domingo:   

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (45 questões);   
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (45 questões);   
  • Redação.  

2º domingo: 

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (45 questões).   
  • Matemática e suas Tecnologias (45 questões). 

Como funciona a redação do Enem? 

Para a redação do Enem, o candidato precisa escrever entre 7 e 30 linhas, seguindo uma redação no modelo de texto dissertativo-argumentativo. 

É preciso defender sua opinião sobre um tema determinado utilizando argumentos bem embasados, concretos e que respeitem os direitos humanos. 

O tema da redação só é revelado no dia da prova do Enem, no primeiro domingo. 

Porém, o mais comum é que o tema tenha cunho político, ambiental, social, socioeconômico ou seja uma combinação de todos eles.

como começar a estudar para o enem - jovem estudando para o enem

Como começar a estudar para o Enem

Antes de começar a estudar para o Enem, é importante que você esteja bem informado sobre como a prova funciona. 

Por isso, além de informações sobre as matérias que mais caem no Enem, este artigo tem informações sobre a correção da prova, o que você pode e não levar e como usar a sua nota para entrar no ensino superior. 

Depois que você estiver bem informado, o primeiro passo de como começar a estudar para o Enem é montar um plano de estudos com os conteúdos que mais caem na prova. 

E para montar o seu plano de estudos, vamos dar algumas dicas: 

  • Coloque o estudo como prioridade na sua agenda: faça um cronograma com horários de estudo e os conteúdos de cada um desses horários;  
  • Comece pelos conteúdos que você tem menos familiaridade: assim, você consegue cobrir mais conteúdo durante o tempo de estudo;  
  • Programe os seus momentos de pausa também: isso porque estudar o tempo todo pode acabar fazendo você ficar estressado, cansado e não absorver o que leu;  
  • Durma bem e fique hidratado: além de estudar e preparar o seu cérebro, não esqueça de cuidar do seu corpo. Tão importante quanto estudar é se manter hidratado e descansado;

Tendo seu plano de estudos montado, fica mais fácil saber como começar a estudar para o Enem.

Onde consultar as provas anteriores do Enem para estudar

Uma forma interessante de se preparar para o Enem é estudando a partir das provas de edições passadas. Elas ajudam a ter uma ideia sobre o conteúdo e o tempo para as respostas.  

As questões já aplicadas e seus respectivos gabaritos estão disponíveis na página do Enem. 

As matérias que mais caem no Enem 

O Enem é uma prova dividida em quatro grandes áreas do conhecimento. Essas áreas abordam conteúdos estudados pelos candidatos no ensino médio. 

Você encontra todas as matérias que mais caem no Enem na Matriz Referência do Enem, um documento desenvolvido pelo Ministério da Educação, o MEC. 

Abaixo, você vai encontrar um resumo e comentários sobre cada uma das áreas do conhecimento e os assuntos que costumam cair em cada uma.  

Ciências Humanas e suas Tecnologias  

Esta prova tem questões que abordam conteúdos relacionados com geografia, sociologia, história e filosofia. 

História 

Os conteúdos considerados mais importantes são os de acontecimentos históricos mundiais e brasileiros. Confira: 

  • Período Colonial e escravidão no Brasil   
  • Era Vargas   
  • Ditadura Militar no Brasil 
  • Revolução industrial 
  • Primeira e Segunda Guerra Mundial 
  • Nazismo/Holocausto e Fascismo 
  • Guerra Fria  

Geografia 

Os conteúdos de geografia mais cobrados são relacionados a assuntos da atualidade e questões sobre urbanização, globalização, meio ambiente e geopolítica. Veja: 

  • Impactos ambientais   
  • Globalização   
  • Geopolítica mundial   
  • Migrações 
  • Urbanização 
  • Desenvolvimento humano e social 
  • Cartografia  

Sociologia e filosofia 

Essas duas disciplinas são bastante presentes no Enem e ganham um número considerável de questões. Os principais assuntos são: 

  • Iluminismo e Marxismo   
  • Relações de Trabalho   
  • Sociologia contemporânea    
  • Cultura de massa   
  • Movimentos sociais 
  • Pensadores da Grécia Antiga 
  • Cidadania 
  • Economia e Sociedade   

Linguagens, códigos e suas tecnologias 

Esta prova é formada por questões que abordam conteúdos relacionados com a língua portuguesa, literatura, interpretação de texto, educação física, artes e língua estrangeira. 

Educação física e artes são os assuntos que aparecem em menor número de questões. 

Além disso, é nesta prova que estão as questões de língua estrangeira, inglês ou espanhol, escolhida pelos candidatos no momento da inscrição. 

Língua Portuguesa e Literatura 

As questões dessas disciplinas abordam gramática e conhecimento sobre estrutura textual. Confira os principais conteúdos: 

  • Interpretação de texto    
  • Estrutura e formação das palavras   
  • Pontuação e gramática   
  • Tendências contemporâneas   
  • Figuras de linguagem 
  • Movimentos literários   

Artes e Educação Física   

Estas são disciplinas que não têm um número expressivo nas provas, porém os assuntos mais recorrentes são: 

  • Arte Contemporânea   
  • Modernismo 
  • Vanguardas europeias 
  • Esportes 
  • Cuidados com saúde do corpo   

Língua Estrangeira 

Independentemente de o candidato optar pelo inglês ou espanhol, a estrutura das questões costuma seguir estes temas: 

  • Vocabulário   
  • Gramática   
  • Conjugação verbal 

Ciências da natureza e suas tecnologias 

Nesta prova, os estudantes encontrarão perguntas sobre biologia, física e química. É comum que as questões abordem o dia a dia através de exemplos concretos. Veja os principais assuntos: 

Biologia 

  • Ecologia e sustentabilidade   
  • Ecossistema   
  • Sistema Imunológico 
  • Genética, DNA e RNA 

Química 

  • Ligações químicas e polaridade 
  • Reações orgânicas e inorgânicas 
  • Eletroquímica 
  • Radioatividade 
  • Cadeias Carbônicas 
  • Estequiometria 

Física 

  • Energia, trabalho e potência 
  • Ondas 
  • Mecânica 
  • Acústica 
  • Calorimetria 
  • Resistores

como começar a estudar para o enem - como entrar na universidade com a nota do enem

Matemática e suas tecnologias 

Diferente das outras provas, que abordam mais de uma disciplina, a prova de matemática é voltada exclusivamente para essa área. 

Além de domínio sobre cálculos, a prova existe interpretação e raciocínio lógico. Confira os conteúdos: 

Matemática

  • Equações e funções de 1° e 2° grau 
  • Porcentagem e matemática financeira 
  • Razões e proporções 
  • Noções de Estatística 
  • Circunferências 
  • Leitura e interpretação de gráficos 

Quem pode fazer o Enem? 

Embora seja o Exame Nacional do Ensino Médio, não são apenas estudantes que podem fazer a prova.

O Enem não tem limite de idade, qualquer um pode se inscrever. 

Idosos, gestantes e pessoas com deficiência podem solicitar atendimento especial no dia da prova, se necessário. 

E contrário ao que muitos pensam, o Enem não é obrigatório para quem terminou o ensino médio. Faz a prova quem quer aumentar as chances de ingresso no ensino superior. 

Como se inscrever no Enem  

A inscrição no Enem é feita de forma totalmente online e concluída em poucos minutos. Basta estar atento ao período de inscrição divulgado no edital.  

O valor da taxa de inscrição do Enem foi de R$85,00 em 2021 e existe uma chance de que ainda permaneça o mesmo em 2022. 

Depois de gerado o boleto, o candidato pode fazer o pagamento até a data estipulado, caso contrário, ficará de fora do exame.  

Como pedir isenção na inscrição do Enem  

Existem alguns casos onde o candidato pode pedir isenção da taxa de inscrição. Para isso, é preciso:  

  • Estar cursando o último ano do ensino médio em escola pública, o que garante automaticamente a isenção da taxa de inscrição;  
  • Estudar em escola pública ou em escola particular como bolsista e ter renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo;  
  • Estar inscrito no CadÚnico do governo federal, que ampara aqueles que têm renda per capita de 0,5 salário mínimo ou renda total de até 3 salários mínimos.  

Para mais informações sobre o CadÚnico, você pode acessar o site. 

Como funciona o Enem Digital 

Desde 2020, devido à pandemia de Covid-19, o Enem conta com um formato digital.  

A prova é voltada exclusivamente para estudantes que concluíram, ou vão concluir, o ensino médio no mesmo ano do exame. E, diferente do que se pode pensar, o Enem Digital não pode ser realizado de casa.  

Assim como na prova tradicional, o candidato precisa se deslocar até o local de prova, onde ele terá um computador a sua disposição para responder as questões objetivas.  

No Enem Digital, a redação ainda tem formado impresso. 

O que muda no Enem com o Novo Ensino Médio  

O MEC, Ministério da Educação, já divulgou que o Ensino Médio vai passar por adaptações e mudanças a partir de 2022.

E isso, eventualmente, vai acarretar em mudanças no Enem. 

Por enquanto, o que sabemos é que mudanças graduais vão começar a acontecer no exame e que, até 2024, a prova terá se alinhado completamente ao Novo Ensino Médio. 

Calendário do Enem 2022  

As datas oficiais do Enem 2022 não foram divulgadas ainda, por isso não existem datas definidas para a realização das provas.

Porém, o ideal é ficar atento ao calendário de etapas abaixo: 

  • Edital – este é o primeiro documento oficial sobre o exame e nele constam todas as informações necessárias sobre o Enem 2022;  
  • Isenção - esta etapa é onde os candidatos pedem a isenção da taxa de inscrição;  
  • Inscrição e pagamento – este é o processo mais importante, onde os candidatos realizam a inscrição no Enem e efetuam o pagamento da taxa (em casos não isentos);  
  • Cartão de confirmação - este documento contém todas as informações sobre o local de prova e horário das provas, e está disponível na página do participante; 
  • Prova – esta é a fase em que acontece o exame; 
  • Gabarito – em até 3 dias, o Inep divulga o gabarito oficial das questões objetivas; 
  • Resultado – a última etapa é o resultado oficial, publicado no site do Inep. 

Quais os horários de prova do Enem 

É extremamente importante que os candidatos se atentem aos horários nos dias em que acontecem as provas do Enem. 

Isso porque, se você se atrasar para chegar ao local de prova, não poderá participar da edição do exame.

Por isso, se prepare programando o seu dia.  Confira o cronograma e os horários: 

  • 12h00 – abertura dos portões dos locais de prova; 
  • 13h00 – fechamento dos portões dos locais de prova; 
  • 13h00 às 13h30 – realização dos procedimentos de segurança; 
  • 13h30 - início das provas do Enem nos dois dias; 
  • 19h00 - término da prova do Enem no primeiro dia; 
  • 18h30 - término da prova do Enem no segundo dia. 

Por regra, se você terminar a prova antes das 18h30 no primeiro dia e 18h00 no segundo, não poderá levar a prova para casa. 

Por isso, se você quiser ter o seu caderno de questões, precisa esperar até 30 minutos antes do horário estipulado como finalização da prova para sair da sala. 

Como saber o meu local de prova do Enem 

Os locais de prova são divulgados pelo Inep cerca de 30 dias antes da realização da prova. E para conferir o seu, basta acessar a página do participante. 

O exame acontece em novembro, então é comum que os locais sejam divulgados em outubro. 

Como justificar a ausência no Enem  

Se você pediu isenção da taxa de inscrição do Enem e, por algum motivo, não terá como fazer a prova nos domingos determinados, precisa justificar sua ausência.  

Você pode conferir o passo a passo da justificativa de ausência no site oficial. Agora, se você não pediu isenção da taxa de inscrição, não precisa justificar sua ausência. 

Quanto tempo tenho para fazer a prova?  

O Enem é dividido em dois domingos. 

No primeiro, os candidatos têm 5h30 para responder as questões objetivas e fazer a redação. E no segundo domingo, contam com 5h para fazer a prova objetiva.  

O que eu posso levar no dia da prova do Enem  

Existem alguns itens que você pode levar no dia da prova do Enem. Confira abaixo quais são:  

  • Caneta esferográfica preta com tubo transparente; 
  • Documento de identificação com foto; 
  • Lanche energético; 
  • Garrafa d’água transparente e sem rótulo.  

O que eu NÃO posso levar no dia da prova do Enem  

Porém, também existem aqueles que você não pode levar, como por exemplo:  

  • Caneta de outra cor que não preta, ou com tubo não transparente;   
  • Relógio de qualquer tipo;   
  • Lápis, borracha, lapiseira, corretivos, etc.;   
  • Óculos escuros;   
  • Toucas, bonés ou acessórios que cubram a cabeça e o rosto; 
  • Celulares, tablets, calculadoras e outros aparelhos eletrônicos; 
  • Livros, apostilhas e qualquer conteúdo, impresso ou não. 

Como é feita a correção do Enem? 

A correção do Enem segue dois processos diferentes, um pensado para a redação e o outro pensado para as questões objetivas. 

Para corrigir a redação, o processo tem avaliadores utilizando competências. 

E para corrigir as questões objetivas, o processo utiliza a leitura por computador do cartão-resposta e um algoritmo, a TRI. 

Como funciona a TRI, Teoria de Resposta ao Item 

A Teoria de Resposta ao Item, a TRI, é um algoritmo que corrige o cartão-resposta e atribui uma nota às questões do Enem levando em consideração o padrão de erros e acertos do candidato. 

Esse é um sistema que consegue identificar se um candidato acertou uma questão porque realmente sabia, o que gera um ponto inteiro, ou se foi um chute, gerando uma pontuação menor. 

A TRI funciona através da análise da dificuldade das respostas.

Se um aluno acertou uma questão mais difícil, mas errou outra questão similar em tema e dificuldade, o algoritmo identifica que foi um chute e atribui menos pontos. 

É por causa desse sistema de correção e atribuição de pontos que não é possível saber a nota do Enem com acurácia apenas conferindo o gabarito.

como começar a estudar para o enem - as materias que mais caem no enem

Como funciona a correção da redação do Enem  

Enquanto isso, a redação é corrigida de forma manual, uma por uma. 

É uma banca de avaliadores que corrige a redação, e cada texto é submetido a dois membros da banca, que não tem contato um com o outro. 

Para corrigir a redação, os avaliadores seguem cinco competências, que valem 200 pontos cada. Conheça abaixo o que cada competência avalia: 

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.   
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.   
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.   
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos. 

Como ver a nota do Enem? 

A nota do Enem é disponibilizada no site oficial e no aplicativo do Enem após alguns meses. Além da nota, você também pode consultar a sua redação comentada. 

Como entrar na universidade com a nota do Enem 

Originalmente, o objetivo principal do Enem era avaliar a qualidade do ensino médio no país. Porém, hoje, o Enem é mais do que isso, ele se transformou na porta de entrada para o ensino superior. 

Com a nota do Enem, você pode se inscrever em programas de bolsas de estudo, concorrer a vagas em universidades federais e participar de programas de financiamento estudantis. 

Vagas em instituições federais com o Enem 

O Enem se tornou tão importante para o ingresso no ensino superior que diversas universidades e institutos federais utilizam o exame parcialmente ou como única forma de acesso. 

O programa que garante essas vagas é o Sisu, Sistema de Seleção Unificada. 

Por exemplo, a UnB utiliza o Enem como ingresso no primeiro semestre, a UFRGS disponibiliza 30% das vagas por meio do Sisu e a UFMG disponibiliza todas as vagas pelo Sisu, exceto para cursos que exigem teste de habilidade. 

Ou seja, se você quer ingressar em uma faculdade federal, o ideal é que faça a prova do Enem. 

Bolsas de estudo em instituições privadas com a nota do Enem 

Além de poder ser utilizado para ingressas no ensino superior público, o Enem também é a porta de entrada para instituições privadas através de bolsas de estudo. 

As duas maneiras mais conhecidas são o Prouni e programas próprios. 

Prouni 

Prouni é o Programa Universidade para Todos, ele concede bolsas de estudo parciais e totais para o ensino superior em instituições privadas brasileiras. 

Para participar do programa, você precisa ter participado da edição mais recente do Enem, ter obtido nota de, no mínimo, 450 na média das provas e não ter zerado a redação. 

O Prouni também conta com critérios socioeconômicos estabelecidos pelas instituições que o candidato precisa atender.  

Direto com a faculdade 

Por entender a importância do exame, diversas instituições de ensino privadas desenvolveram seus próprios programas de bolsas de estudo para a nota do Enem. 

Aqui no EAD UCS, por exemplo, você se inscreve em um curso de graduação com a nota do Enem e pode garantir uma bolsa de até 100% no semestre.

Além disso, você não precisa fazer vestibular e pode usar a nota de uma edição do exame a partir de 2010. Confira todas as informações sobre as bolsas nesta página. 

Conclusão 

Esperamos que você tenha conseguido aproveitar nossas dicas de como começar a estudar para o Enem. E também que tenhamos ajudado você a entender como funciona o exame. 

Leia também: 

Métodos de estudo: encontre a opção ideal para você 

Conheça tudo sobre as profissões de humanas 

8 temas de redação para treinar para o Enem 

EJA 2022: o que é, como funciona, inscrições, vagas e datas 

New call-to-action
New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.