Ler o post

biblioteconomia EAD saiba tudo sobre curso distancia

Pensando em cursar Biblioteconomia EAD?

Então, este artigo é exatamente o que você precisa ler para tomar a sua decisão.

Mas, antes de entrarmos nos detalhes sobre o curso e a área, é interessante saber de uma informação:

Existe uma lei federal que obriga as instituições de ensino públicas e privadas a providenciarem uma biblioteca em suas unidades até 2020.

Sabia disso?

É uma boa notícia para quem pretende ingressar na área.

Afinal, quanto mais bibliotecas, mais oportunidades de trabalho, embora a atuação do profissional de Biblioteconomia não se restrinja apenas a esses locais.

Bem, agora, sim, é hora de falarmos sobre o curso de Biblioteconomia EAD.

Avance no conteúdo!

Por que fazer o curso de Biblioteconomia EAD?

Se você é uma pessoa organizada e metódica, admira a cultura e a história, busca sempre por novos conhecimentos e pensa em trabalhar com a gestão de informações, o curso de Biblioteconomia EAD pode ser o que você procura.

Isso porque o profissional que atua nessa área é responsável por classificar, catalogar e indexar materiais diversos, como livros, revistas, músicas, fotos, filmes e vídeos.

O bibliotecário - nome dado a quem se forma em Biblioteconomia - desempenha uma função crucial no que diz respeito à informação.

Afinal, além de facilitar o acesso a ela, o profissional também contribui com o tratamento, a recuperação e a conservação de várias obras.

Para quem busca flexibilidade nos estudos da Biblioteconomia, a formação EAD é indicada.

O ensino a distância permite que o aluno acompanhe as aulas e os conteúdos pela internet.

Assim, é possível estudar em qualquer lugar e nos horários que desejar.

O EAD tem ainda outras grandes vantagens, como mensalidades mais acessíveis. 

Vale dizer também que o diploma é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e tem o mesmo peso no mercado de trabalho.

Como é o curso de Biblioteconomia EAD?

Na UCS - Universidade de Caxias do Sul, o curso de Biblioteconomia EAD é um bacharelado.

Este tipo de titulação é caracterizado por permear conhecimentos amplos para que o profissional seja capaz de atuar em ambientes e funções distintas.

A formação pode ser encontrada ainda como licenciatura

Nesse caso, o profissional pode seguir carreira acadêmica e ministrar aulas.

Qual o objetivo do curso?

Independentemente do grau acadêmico, o curso de Biblioteconomia tem o objetivo de formar verdadeiros administradores de informações.

Dessa forma, os alunos são desenvolvidos para gerenciar unidades informacionais, promover, produzir e difundir o acesso e o uso do conhecimento.

Além disso, aprendem a elaborar projetos de pesquisa, ações educativas, serviços de assessoria e consultoria, dentre outras atividades e competências.

Qual o perfil de quem faz Biblioteconomia EAD?

A organização, certamente, é uma característica primordial para se tornar um bibliotecário.

Ser metódico, rigoroso e detalhista também são atributos importantes.

Afinal, o dia a dia de trabalho exige regras e sistematizações que precisam ser seguidas à risca.

Outra habilidade comportamental presente no perfil de quem faz Biblioteconomia é a comunicação e o relacionamento interpessoal.

Isso porque lidar com o público também é parte importante da rotina profissional.

O que se estuda em Biblioteconomia EAD?

biblioteconomia o que se estuda

Até aqui, você já sabe o que é Biblioteconomia, o que faz o bibliotecário e o objetivo do curso.

Mas, afinal, o que é necessário estudar para trabalhar na área?

Veremos isso agora.

Grade curricular

Cada instituição de ensino disponibiliza a sua própria grade curricular, seguindo as diretrizes de currículo do MEC.

No curso de Biblioteconomia EAD da UCS, os alunos têm as seguintes disciplinas:

1º semestre

  • Leitura e Produção de Textos
  • Ambientes Informacionais
  • Informação na Web
  • Introdução à Biblioteconomia
  • Fontes de Informação
  • Evolução dos Registros Humanos.

2º semestre

  • Processos Organizacionais
  • Planejamento e Organização de Bibliotecas
  • Representação Descritiva I
  • Fundamentos de Organização da Informação
  • Normalização I.

3º semestre

  • Sociedade, Cultura e Cidadania
  • Desenvolvimento de Coleções
  • Representação Descritiva II
  • Representação Temática I
  • Normalização II.

4º semestre

  • Marketing
  • Estudos de Usuários
  • Serviço de Referência
  • Representação Descritiva III
  • Representação Temática II.

5º semestre

  • Administração de Serviços
  • Estatística
  • Estudos Literários
  • Base de Dados para Unidades Informacionais
  • Controle de Vocabulário.

6º semestre

  • Gestão de Pessoas
  • Estudos Métricos da Informação
  • Temáticas em Biblioteconomia.

Em alguns semestres, há espaço na grade para matérias optativas. Ou seja, disciplinas escolhidas pelo próprio aluno.

Vale dizer também que o curso de Biblioteconomia exige a realização de projetos integrados, estágio e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Quanto tempo dura o curso de Biblioteconomia?

A formação em Biblioteconomia tem duração média. 

Ou seja, não é tão rápida quanto um curso tecnológo, que forma profissionais para atuações mais específicas, e também não chega a ser um bacharelado longo como as formações na área da engenharia.

Na UCS, por exemplo, os alunos podem concluir o curso em três anos.

Quanto custa estudar Biblioteconomia EAD?

Com relação ao investimento para estudar Biblioteconomia, é importante ter em mente que o curso EAD tem preços mais baixos.

E isso não tem relação com a qualidade da formação.

Como a modalidade não requer espaço físico e infraestrutura completa para os estudos, os custos são menores.

Por essa razão, a mensalidade é mais acessível do que em cursos presenciais.

Quem ingressa no curso da UCS, por exemplo, tem o custo mensal de R$ 383,12.

Como é o mercado de trabalho para quem se forma em Biblioteconomia?

biblioteconomia como e mercado trabalho para quem se forma

O nome Biblioteconomia remete à biblioteca, não é verdade?

E esse local é o principal ambiente de trabalho do profissional que se forma nessa área.

Aliás, você sabia que, no Brasil, existem 7,7 mil públicas, de acordo com o mapa do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), do Ministério da Cultura?

A maioria delas fica localizada na região Sudeste.

Mas, além das bibliotecas, o bibliotecário encontra oportunidades em outros espaços.

Há possibilidade de atuação em centros de documentação ou informação, centros culturais e de memória, órgãos de gestão do patrimônio cultural, hemerotecas, editoras, livrarias, empresas de comunicação, provedores de internet, ONGs, clubes e associações e instituições de pesquisa.

Qual o salário de um bibliotecário?

A remuneração de um bibliotecário varia de acordo com a formação acadêmica, a experiência profissional e o local em que atua.

Mas, para ter uma ideia do ganho médio, consultamos as informações salariais registradas em portais de vagas e emprego.

Segundo a Catho, o bibliotecário recebe, em média, R$ 2.400 por mês.

Já o site Vagas mostra um salário um pouco mais alto, na casa dos R$ 3.000,00 mensais.

Por fim, o Trabalha Brasil, que apresenta a remuneração média por nível e porte da empresa.

Segundo o portal, um bibliotecário júnior, que atua em uma empresa pequena, ganha, em média, R$ 1.700,00 por mês.

Por sua vez, um profissional de nível sênior, que trabalha em uma multinacional, tem salário médio mensal de R$ 5.800,00.

O bibliotecário no mercado tecnológico

Há quem tenha a visão equivocada de que o bibliotecário é uma função ultrapassada.

A exigência do governo em ter bibliotecas nas unidades educacionais é prova de que esse pensamento não condiz com a realidade.

Mas, fora isso, tem outro aspecto a ser considerado: o cenário tecnológico.

Em vez de limitar a atuação do profissional de Biblioteconomia, a digitalização expandiu as possibilidades.

Primeiro que existem as bibliotecas digitais, que precisam dos mesmos cuidados com seus acervos.

A diferença são as ferramentas utilizadas nesse ambiente.

O bibliotecário também tem sido procurado pelas organizações. 

Afinal, as informações valem ouro para as empresas, e elas precisam de profissionais à altura para organizá-las e administrá-las.

O profissional de Biblioteconomia ainda encontra oportunidades em curadoria de conteúdo.

Nesse ramo, seu papel é selecionar o material que será entregue ao usuário de acordo com o que ele espera receber.

Portanto, quando você anunciar que vai cursar Biblioteconomia e alguém desdenhar da sua escolha dizendo que a profissão é obsoleta, não considere esse argumento como válido, ok?

Onde fazer curso de Biblioteconomia a distância?

biblioteconomia onde fazer curso distancia

Depois de todas essas informações sobre a área de Biblioteconomia, você ficou interessado em fazer o curso a distância?

Então, veja onde estudar:

Graduação em Biblioteconomia

Como já mencionamos neste artigo, a UCS oferece a graduação em Biblioteconomia EAD.

A universidade foi a primeira a ofertar essa formação na modalidade a distância.

Pós-graduação Biblioteconomia

Quem já é formado em Biblioteconomia e deseja obter mais destaque na carreira, pode optar por uma pós-graduação.

Na UCS, por exemplo, os profissionais podem se matricular no curso de Práticas Educativas em Bibliotecas Escolares.

Conclusão

E, então, a área de Biblioteconomia era o que você imaginava?

O que achou do curso? É a formação que você deseja?

A carreira tem boas oportunidades de trabalho e, para trilhar um caminho de sucesso, o primeiro passo é se matricular em uma instituição de ensino qualificada.

Se você ainda vai fazer a graduação em Biblioteconomia ou a pós-graduação para se especializar, a UCS é a escolha certa.

São mais de 50 anos de experiência no mercado, formando profissionais competentes para o trabalho.

Acesse o site, conheça os cursos e inscreva-se!

Gostou do artigo sobre Biblioteconomia EAD? Então, que tal escrever o seu comentário abaixo e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais?

New call-to-action
New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.