Ler o post

A fim ou afim: você acha difícil saber em qual ocasião aplicar as duas formas?

Então, saiba que essa dúvida perturba até mesmo quem é bastante afim da gramática.

Ficou confuso com a frase anterior? 

É um sinal, portanto, de que você precisa aprender os significados e funções dos termos.

A língua portuguesa, de fato, não é das mais simples. 

Para os estrangeiros, as exceções, regências e conjugações verbais são de tirar o sono. 

E você, também acha isso?

O português é mesmo um idioma com muitas regras. E, após o novo acordo ortográfico, em vigor desde 2009, muita coisa mudou.

Mas, com dedicação e paciência, até que fica fácil assimilar todas as normas. 

Neste artigo, vamos esclarecer uma das principais questões que atormentam os brasileiros:

Afim ou a fim? Junto ou separado? 

Preparado para conferir a resposta? 

Vamos lá!

Ah, de quebra, você confere algumas dicas de como melhorar o seu vocabulário.

Boa leitura!

Afim ou a fim?

A primeira coisa que você deve saber é que os dois modos estão corretos.

Ou seja, ambos existem na língua portuguesa.

No entanto, a aplicação deles é diferente. 

Cada termo tem um significado distinto. 

Por isso, aprender como usá-los é importante para expressar exatamente o que você deseja.

E, então, animado para saber qual é o uso correto? Será que você está “a fim” ou “afim” de aprender?

Vamos descobrir agora!New call-to-action

A fim

Para começar, é válido saber que “a fim”, escrito separado, é uma locução prepositiva.

As locuções prepositivas são compostas por dois ou mais vocábulos, que, juntos, possuem valor correspondente a uma preposição.

A preposição, por sua vez, é uma palavra que liga dois elementos em uma frase, de modo a estabelecer uma relação entre eles.

Por isso, costumamos dizer “a fim de”.

Outros exemplos de locuções prepositivas são:

  • Apesar de
  • Graças a
  • De acordo
  • Por causa de
  • Diante de
  • Além de
  • Acima de
  • Antes de
  • Junto a.

Mas, voltando à aplicação do termo “a fim”, é importante entender que ele é usado para expressar uma finalidade.

Exemplos de a fim indicando propósito

Para facilitar a visualização da aplicação, vamos ver alguns exemplos de frases com o uso do “a fim” indicando propósito:

  • Eu estou escrevendo esta carta a fim de mostrar-lhe toda a minha admiração e apreço
  • Desta vez, Pedro se dedicou bastante aos estudos a fim de conseguir uma pontuação alta no Enem
  • A loja modificou toda a sua estrutura a fim de facilitar a locomoção dos clientes durante as compras.

Observe que, em todos os exemplos, você poderia substituir “a fim de” por “para”.

Exemplos de a fim indicando interesse

Agora, veja alguns modelos de orações com o uso de “a fim” para expressar que existe um interesse:

  • Eu nunca vou entender porque o João não está a fim de mim, já que faço de tudo para chamar a atenção dele
  • Minha amiga me convidou para ir ao cinema, mas não estou a fim de assistir ao filme que ela quer
  • Quando estou a fim de ficar em casa lendo, eu me desligo de tudo.

Nesses exemplos, o “a fim de” poderia ser substituído por “interessado em”.

Exemplos de a fim com a preposição subentendida

Algo subentendido é suposto ou entendido por meio de interpretação.

Sendo assim, a preposição subentendida é implicitamente compreendida. 

Nesse caso, com o uso de “a fim”, confira alguns exemplos:

  • Hoje eu não estou muito a fim (de fazer algo)
  • Não sei se estou a fim (de falar alguma coisa).

Afim

Agora, é hora de falarmos sobre a outra forma de escrita, o “afim”.

O termo “afim” pode ser um substantivo ou um adjetivo.

Para quem tem dúvidas sobre essas classificações, vamos esclarecer.

O substantivo designa e nomeia os seres em geral.

Já o adjetivo modifica o substantivo e é usado para atribuir uma característica ao ser.

Exemplo: O aluno (substantivo) é estudioso (adjetivo).

Com esse esclarecimento, fica mais fácil entender os dois tipos de classificação da palavra “afim”.

Quando ela é um substantivo, indica pessoas que estão ligadas por afinidade. 

Enquanto adjetivo, o “afim” se refere a semelhanças.

Vamos ver algumas frases para melhorar o entendimento?

Exemplos com o adjetivo afim

Com a palavra “afim” como adjetivo, as frases transmitem a ideia de parecido, similar e próximo.

Veja:

  • A enfermagem é uma área afim da medicina. Afinal, uma complementa a outra
  • Infelizmente, o nosso relacionamento não deu certo porque os nossos objetivos não eram afins.

Exemplos com o substantivo afim

O “afim” na forma de substantivo é apresentado, normalmente, no plural. 

Ou seja, “afins”. 

Confira:

  • Para se candidatar a essa vaga, é necessário ter formação em Administração, Economia ou áreas afins.
  • Neste Natal, convidarei apenas os meus parentes e afins.

Dicas para não errar no uso de afim ou a fim
afim-ou-a-fim-5-habitos-para-escrever-melhor-nao-errar-mais

Com todas as explicações e exemplos acima, está bem mais fácil saber como e quando empregar cada uma das formas, não é mesmo?

Você já sabe, portanto, que “a fim”, separado, sugere finalidade.

E “afim”, escrito junto, pode ser usado para exprimir proximidade.

Fazendo o exercício de se lembrar desses conceitos, a sua chance de errar é bem menor.

Mas ainda temos algumas dicas que você pode usar para evitar a falha.

Por isso, para ter certeza de que está usando a forma adequada da escrita, procure substituir o “a fim de” por:

  • Com o propósito de
  • Com o objetivo de
  • Com a intenção de
  • Com o interesse de.

Se a frase encaixar perfeitamente com uma das opções acima, certamente, o correto é empregar o “a fim” com grafia separada.

Caso contrário, é mais provável que o “afim”, escrito junto, seja a forma apropriada.

Por outro lado, para confirmar o uso do “afim”, lembre-se sempre de que ele indica uma proximidade.

Qual a diferença entre afim e afins?

Ao ler os tópicos anteriores, você deve ter notado nos exemplos a aplicação do termo “afins”.

Isso porque a palavra “afim” admite o uso no plural. E essa é, inclusive, a forma mais frequente.

Ambas, portanto, demonstram que há relação de afinidade. 

Ou seja, servem para expor grau de parentesco e indicar que os elementos presentes na oração são próximos, adeptos ou aliados, por assim dizer.

Enquanto o “afim” funciona melhor na função de adjetivo (aplicado, então, como atributo do substantivo), o “afins” se encaixa bem cumprindo o papel de substantivo, sem dizer respeito a qualquer qualidade.

Confira mais alguns exemplos do uso da palavra “afins”:

  • Os partidários e afins estarão presentes
  • Os meus amigos e afins devem chegar a qualquer momento
  • Você pode encontrar esse produto no setor de perfumaria e afins.

5 hábitos para escrever melhor e não errar mais

afim dicas

Agora que você já sabe a diferença entre “a fim” e “afim”, vale exercitar a escrita. 

Afinal, a prática leva a perfeição, não é mesmo?

Por isso, aqui vão algumas dicas de como melhorar o seu vocabulário:

1. Leia mais

A leitura estimula o cérebro e contribui com o aprendizado. 

Embora seja fundamental conhecer as regras da língua portuguesa, a compreensão delas pode ser facilitada ao assimilar os exemplos aplicados.

2. Troque a ligação por uma mensagem

A ideia aqui é fazer com que a escrita seja mais presente na sua vida. 

Você não precisa se concentrar apenas em construir textos longos. 

Ao redigir mensagens, e-mails ou cartas, por exemplo, você acaba treinando, além da ortografia, a sua capacidade criativa.

3. Dê uma folga para o corretor ortográfico

Você é daqueles que vive com o corretor sempre ligado? 

Então, que tal desativá-lo um pouco? 

A ferramenta é, de fato, uma aliada do mundo moderno, mas você não pode ficar refém dela. 

4. Pesquise sempre que houver dúvidas

Na hora de escrever, incertezas sempre vão surgir. 

Por isso, nesses casos, não hesite em fazer algumas pesquisas para descobrir a escrita correta. 

Você pode consultar, por exemplo, o sistema de busca do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa

Lá, é possível digitar uma palavra e verificar se ela, realmente, existe no nosso idioma e se está com a grafia certa.

5. Continue estudando

Para melhorar o aprendizado em qualquer área, é fundamental se manter sempre atualizado, buscando novos conhecimentos. 

A educação continuada é uma alternativa excelente para desenvolver habilidades como o vocabulário, a comunicação, a criatividade e a visão estratégica, dentre outras.

Conclusão

Chegamos ao final do artigo e você já pode até ensinar os colegas sobre o uso do “a fim” e “afim”, não é mesmo?

O que achou sobre as explicações? Era o que você imaginava?

À primeira vista, a aplicação adequada dos termos pode parecer um desafio enorme, mas, ao entender o significado de cada um deles, fica mais fácil identificar a grafia certa.

Além disso, a dica de substituição do “a fim” por “com o propósito” ou “com o interesse” é infalível. 

E, por falar em dicas, vale seguir os hábitos listados para o aperfeiçoamento do vocabulário. 

Você já pode começar pesquisando alguns cursos de qualificação profissional para fazer e, assim, desenvolver novas competências. 

Que tal conferir as formações EAD da Universidade de Caxias do Sul (UCS)?

Além da flexibilidade para estudar onde quiser e quando puder, você tem ainda a garantia de se formar em uma instituição reconhecida pelo MEC e aprovada pelo mercado de trabalho.

E, então, gostou do artigo sobre a fim ou afim? Aproveite o espaço abaixo e escreva o seu comentário!

New call-to-action
New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.